Instagram

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

CompreSempreBem: Março 2017

18 de mar de 2017

Casos confirmados de febre amarela em Minas sobem quase 40% em uma semana


Notícias

Casos confirmados de febre amarela em Minas sobem quase 40% em uma semana 
14/03/2017Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela

imagem transparente

Ciência e Tecnologia


Casos confirmados de febre amarela em Minas sobem quase 40% em uma semana


Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
Minas Gerais tem 138 casos confirmados de febre amarela. No dia 26 de janeiro, há exatamente uma semana, eram 84 confirmações. Os novos números apontam um crescimento de 39,1% neste período, de acordo com o novo boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (2) pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).
Ao todo, Minas Gerais registrou 777 notificações para febre amarela envolvendo 59 municípios. Além dos 138 casos confirmados, 37 foram descartados. O restante segue em investigação. O número de mortos por febre amarela em Minas Gerais também subiu. Tiveram confirmação 51 mortes para febre amarela, mais 77 seguem em análise. Entre as mortes confirmadas, 62,7% envolvem vítimas entre 40 e 59 anos.
As estatísticas levam em conta o local de infeção. Nem todas as vítimas que contraíram a doença em Minas Gerais morreram no estado. Uma delas, infectada no município de Januária (MG), foi diagnosticada e morreu no Distrito Federal. O estado de São Paulo também confirmou mortes  de pessoas com febre amarela que adquiriram o vírus em território mineiro.
Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
A principal ação de enfrentamento à doença é a vacinação da população. O imunizante é ofertado gratuitamente nos postos de saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A aplicação ocorre em dose única, devendo ser reforçada após dez anos. No caso de crianças, o Ministério da Saúde recomenda a administração de uma dose aos 9 meses e um reforço aos 4 anos.
Para garantir uma campanha de vacinação mais eficiente e outras medidas de combate à doença, o governo de Minas Gerais anunciou no mês passado um investimento de R$26 milhões. Também foi decretada situação de emergência em saúde pública numa área de abrangência que inclui 152 municípios, o que permite agilizar processos administrativos para aquisição de insumos e para contratação de serviços e funcionários temporários.
Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
Macacos
Causada por um vírus da família Flaviviridae, a febre amarela é uma doença de surtos que atinge, repentinamente, grupos de macacos e humanos. A doença é transmitida em áreas rurais e silvestres pelo mosquito Haemagogus. Em área urbana, ela pode ser transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo da dengue, do vírus zika e da febre chikungunya. No entanto, não há registros no Brasil de transmissão da febre amarela em meios urbanos desde 1942. No surto atual, nenhum dos casos confirmados e suspeitos em Minas Gerais é considerado de transmissão urbana.
Há evidências de que os surtos da doença possam ser influenciados pela degradação ambiental. Em entrevista para a Agência Brasil na semana passada, o primatólogo Sérgio Lucena explicou que a propagação do vírus começa entre os macacos, muitas vezes em grupos que vivem em pequenos fragmentos de florestas. "São sentinelas. Se o vírus começa a se propagar em determinada área, a morte dos macacos nos enviará um alerta".
Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
Segundo o especialista, há espécies de macacos altamente suscetíveis à doença. Ele diz que estudos feitos durante o surto de 2009 no Rio Grande do Sul mostraram que populações de bugios foram reduzidas a 20%. "Enquanto sete pessoas faleceram naquele ano, cerca de 2 mil macacos foram a óbito", diz Sérgio Lucena. O primatólogo diz que as estatísticas dos órgãos públicos não conseguem acompanhar esta realidade.
De acordo com o boletim da SES-MG, há 50 municípios de Minas Gerais com confirmação de macacos que morreram por febre amarela. Mais 21 cidades têm óbitos de primatas em investigação e 53 registram rumores de animais mortos. Há duas semanas, Belo Horizonte passou a fazer parte dos números. 
Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
Dois macacos foram encontrados mortos e estão sendo analisados. No entanto, como as ocorrências são em dois quintais de casas em diferentes regiões da cidade, é menor a probabilidade de infecção por febre amarela. A capital não tem, até o momento, nenhuma notificação da doença em humanos.
Uma preocupação que vem sendo apresentada pela SES-MG diz respeito à violência contra macacos registrada em alguns municípios. Há pessoas que acreditam que sacrificar os animais pode ajudar a evitar a doença em humanos. O órgão publicou em seu blog uma postagem para desmistificar essa ideia e esclarecer que os animais são, na verdade, aliados que ajudam a mapear a doença. 
Resultado de imagem para fotos e imagens febre amarela
"A infecção viral dura apenas três ou cinco dias. Depois os macacos morrem ou se tornam imunes. Sendo assim, as agressões atingem geralmente os animais sadios que não tiveram contato com o vírus ou que já estão imunizados e não oferecem risco", diz o texto.



Fonte: JB Online

SAIBA COMO USAR CORRETAMENTE SEU FGTS!


Notícias
O que você deve saber para não desperdiçar seu FGTS 
18/03/2017
Resultado de imagem para FOTOS E IMAGENS FGTS

Dispensa sem justa causa e compra da casa própria são os casos mais comuns, mas há outras situações que permitem o saque dos recursos

É sempre um mau negócio deixar dinheiro parado no fundo de garantia – disso todo mundo sabe. O que nem todo mundo conhece são as várias circunstâncias e condições para sacar os recursos do FGTS. Demissão sem justa causa e compra da casa própria são os casos mais notórios, mas também é possível acessar o fundo em caso de doenças, após os 70 anos e para trocar de imóvel. Confira abaixo:

Contas inativas

O governo anunciou recentemente que iria permitir o saque de contas do FGTS que não receberam depósitos desde 31 de dezembro de 2015, de acordo com um calendário a ser divulgado em fevereiro. Mas o dinheiro de contas que ficaram 3 anos ou mais sem receber depósitos já pode ser sacado, a partir da data de aniversário do trabalhador, pois essas contas já são consideradas inativas .
Resultado de imagem para FOTOS E IMAGENS FGTS

Doenças

É possível sacar o fundo em razão de câncer, aids ou outras doenças em estágio terminal, tanto do segurado como de um dependente – e mesmo após falecimento deste. No caso do câncer, é preciso que a doença seja enquadrada tecnicamente como neoplasia maligna na Classificação Internacional de Doenças (CID). Em todos os casos, é preciso comprovar o diagnóstico por meio de atestado médico. O trabalhador pode sacar o próprio fundo mesmo após a morte do dependente, sendo necessário para tanto o atestado de óbito.

Desastres naturais

Em casos de tragédias como enchentes, vendavais e chuva de granizo, é possível sacar até 6.200 reais. Mas é preciso que a região atingida decrete o estado de emergência ou de calamidade pública. As prefeituras são responsáveis por informar à Caixa quais as áreas atingidas, e o trabalhador deve comprovar que reside nestes locais.

70 anos de idade

O segurado pode sacar o fundo se tiver 70 anos ou mais, independentemente de estar aposentado ou na ativa.

Problemas com a empresa ou empregador

Além da demissão sem justa causa, também é permitido o saque do FGTS caso o término do contrato de trabalho decorra da extinção da empresa, do fim de parte das atividades da companhia, do fechamento de estabelecimentos, do falecimento do empregador ou caso o contrato de trabalho tenha sido declarado nulo pela Justiça. Nesses casos, é necessário apresentar os documentos que comprovem a situação. Em caso de falência, por exemplo, é necessário apresentar a decisão judicial ou outro documento que indique essa condição. Nos casos de interrupção de atividades por redução da capacidade, é necessária a declaração do empregador mostrando que esse foi o  motivo do desligamento.

Moradia

Se o trabalhador já tem casa própria, via de regra não pode usar o FGTS para comprar outro imóvel. Mas há exceções, como em casos de separação, em que o cônjuge pode comprar um novo imóvel caso não possa mais residir no antigo. Também é possível usar o dinheiro se o segurado possuir menos de 40% do total de um imóvel ou se é proprietário de um que tenha recebido por herança.
Também é possível usar o dinheiro na troca de imóvel, desde que as operações de compra e venda estejam vinculadas – como no caso em que uma propriedade serve como parte de pagamento da outra.
Em todos os casos, o segurado precisa ter ao menos de 3 anos de FGTS, e o imóvel comprado deve ser residencial. Além disso, comprador e imóvel devem se enquadrar nas regras de financiamento do Sistema Financeiro Habitacional (SFH). A Caixa possui uma página dedicada às principais dúvidas sobre financiamento habitacional e o fundo. Segundo José Aguiar, superintendente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) vale também buscar ajuda especializada. “As instituições financeiras têm equipes especializadas em financiamento imobiliário, e as consultorias imobiliárias também sabem das regras do uso do FGTS”, explica.

Término de contrato por prazo determinado

Se o trabalhador estiver sob contrato de trabalho com prazo definido, é possível sacar o dinheiro após o término do período.

Como consultar o saldo

O saldo pode ser consultado através de aplicativo do FGTS, em caixas eletrônicos da Caixa, agências e site do banco. Uma confusão comum em relação ao valor ao que o trabalhador têm direito diz respeito ao valor da multa de 40% em casos de demissão sem justa causa. A regra diz que o empregador deve pagar 40% sobre o total que ele depositou, não sobre o saldo – ou seja, mesmo que houver saques, o valor da multa devida não diminui.

Como fazer os saques

O FGTS é administrado pela Caixa. Os saques de valores de até 1.500 reais podem ser feitos em casas lotéricas, postos de atendimento eletrônicos, salas de autoatendimento, agências e correspondentes Caixa Aqui. É preciso se dirigir ao banco para valores acima de 1.500 reais ou caso o segurado não possua o Cartão Cidadão – documento que pode ser solicitado na própria Caixa.

Confira abaixo a tabela de saque das contas inativas


Fonte: Veja Online

4 de mar de 2017

EXTRA ! EXTRA! UMA LEVE QUEDA NAS TAXAS DE CHEQUE ESPECIAL E EMPRÉSTIMO

Notícias

Após um mês estável, as taxas do cheque especial e do empréstimo pessoal apresentaram queda 
Resultado de imagem para CHEQUE ESPECIAL FOTOS E IMAGENS


imagem transparente

Pesquisa de taxas de juros realizada pelo Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em 2 de fevereiro, aponta que, três instituições financeiras que fazem parte do levantamento diminuiram a taxa do cheque especial e, duas do empréstimo pessoal. Fazem parte da pesquisa os seguintes bancos: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander
 Resultado de imagem para CHEQUE ESPECIAL FOTOS E IMAGENS
            Cheque Especial – a taxa média dos bancos pesquisados foi de 13,56% a.m., inferior ao mês anterior que foi de 13,60% a.m., representando uma queda de 0,04 ponto percentual.
 
           A maior queda foi promovida pelo Banco do Brasil, que alterou de 13,04% para 12,95% a.m., representando uma variação negativa de 0,69% em relação a taxa de janeiro. As outras quedas foram promovidas pelo Itaú, que passou de 13,35% para 13,29%, variação negativa de 0,45% e, o Bradesco, de 13,55% para 13,49%, variação negativa de 0,45%
            
              Empréstimo Pessoal – a taxa média dos bancos pesquisados foi de 6,49%, 0,02 ponto percentual menor em relação a janeiro, que foi de 6,51% a.m.
 
              As modificações nas taxas de empréstimo foram promovidas pelo Bradesco, que alterou de 6,67% para 6,60% a.m., representando uma variação negativa de 1,05% em relação ao mês anterior e, Banco do Brasil, de 5,85% para 5,81% a.m., variação negativa de 0,68%.
 Resultado de imagem para CHEQUE ESPECIAL FOTOS E IMAGENS
            Os demais bancos mantiveram suas taxas, veja o quadro comparativo.
          
Bancosempréstimo pessoalcheque especial
Banco do Brasil5,81%12,95%
Bradesco6,60%13,49%
Caixa Econômica Federal5,70%13,55%
Itaú6,43%13,29%
Safra5,90%12,60%
Santander8,49%15,49%
          
            Confira a pesquisa completa aqui.
Resultado de imagem para CHEQUE ESPECIAL FOTOS E IMAGENS
 
           Especialistas do Procon-SP alertam que, apesar deste cenário de queda nas taxas de juros, ainda é prudente o consumidor continuar fugindo dessas linhas de crédito, mas se realmente for necessário recorrer ao cheque especial ou ao empréstimo pessoal, é imprescindível que o consumidor verifique cuidadosamente, antes de contratar, as taxas, os juros, encargos e todas as condições previstas em contrato e compará-las com outras modalidades de crédito com juros menores, como por exemplo as do empréstimo consignado.
 
 
Fundação Procon-SP
Assessoria de Comunicação


Fonte: Procon SP

Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.

1 de mar de 2017

EXPERIÊNCIAS COM COLISOR DE HÁDRONS MUDA O CLIMA? CLIQUE PRA SABER MAIS!!!

Estranhas nuvens pairam por sobre o Grande Colisor de Hádrons

Tecnologia


Nuvem-CERN
Estaria algo estranho acontecendo na área da maior máquina já construída pelos humanos?

Qualquer coisa anormal que acontece ao redor, ou próximo de Geneva, diz-se que a culpa é do Grande Colisor de Hádrons e de quem o fez, o CERN (sigla em francês para Organização Europeia para Pesquisa Nuclear).  Aqui temos um outro caso, quando fotos e um vídeo apareceu na Internet, supostamente mostrando estranhas nuvens por sobre o GCH.  Teria um portal se aberto para outra dimensão, ou seria somente um caso de pânico e precipitação?
O vídeo (narrado em inglês) é intitulado “What portal did CERN open now? Strange Clouds Hover Above the LHC”, ou em português, “Que portal a CERN abriu agora?  Estranhas  Nuvens Pairam Sobre o GCH”, e foi produzido por Freedom Times Fighter, um site que se autodescreve como “Uma Organização de Pesquisa que expõe o fim dos tempos…”
As fotos teriam sido obtidas em 24 de junho de 2016, por três fotógrafos que caminhavam juntos: Joëlle Rodrigue, Dean Gill e Christophe Suarez. Os relatórios climáticos relatam que para aquela data caiu alguma chuva, mas nada mais anormal foi notado.  A qualidade das fotos é excepcional e o narrador do vídeo fala a respeito delas, assegurando que as imagens foram examinadas e são genuínas, não tendo sido editadas.  Porém, não se fala como foram obtidas, mas os fotógrafos têm outras fotos de excelente qualidade em suas páginas da Internet.  Eles também não relataram ter visto nada anormal, além da interessante tempestade.

Coincidência de datas

O vídeo diz que as fotos foram tiradas no mesmo dia que era para iniciar o experimento AWAKE. Esse é nome dado ao experimento, o qual por si mesmo pode gerar teorias da conspiração, pois ‘awake‘ em inglês significa ‘acordado’, e aqui, na verdade, quer dizer Advanced Wakefield Experiment e é, de acordo com a CERN, “o primeiro experimento de aceleração Wakefield de plasma.  Além de demonstrar como os prótons podem ser usados para gerar isto, AWAKE irá também desenvolver as tecnologias necessárias para projetos de longo termo para a aceleração de plasma impulsionados por prótons”. Embora a CERN tenha anunciado o primeiro facho de prótons em 16 de junho, nada pareceu ter ocorrido em 24 de junho.
Tudo que tem a ver com as nuvens sobre o CERN trás à memória o experimento CLOUD (nuvem em inglês), e este não é uma exceção.  CLOUD significa experimento Cosmics Leaving Outdoor Droplets que usa uma câmara especial de nuvem no Próton Synchrotron para “estudar a possível ligação entre os raios cósmicos galácticos e a formação de nuvens”.  Os experimentos são conduzido completamente dentro de uma câmera de nuvem.
Foto: Christophe Suarez
Provavelmente esta é somente mais uma teoria da conspiração, mas se algo realmente estranho acontecer por lá, lembre-se: você foi avisado.